5 erros cruciais na hora de fazer o fluxo de caixa da sua clínica

Para saber se suas finanças estão em dia, nada melhor que o fluxo de caixa. Mas, será que você sabe o que é essa ferramenta e como utilizá-la?

Neste post, você vai conhecer 5 erros cruciais na hora de fazer o fluxo de caixa da sua clínica. Além disso, irá compreender como evitá-los, tirar o máximo dessa ferramenta e aproveitar todas as vantagens que o fluxo de caixa pode oferecer para a sua clínica. Confira!

Não entender o fluxo de caixa

Não entender o fluxo de caixa é um dos erros cruciais na sua elaboração. O fluxo de caixa conta também com o saldo das contas bancárias e das aplicações de curto prazo. Para a sua elaboração, devem ser inseridos os saldos iniciais dessas contas e comparados com as entradas e saídas de recursos.

Os recebimentos de clientes representam as entradas. Os pagamentos de salários, as contas de energia elétrica, de fornecedores e outros valores do dia a dia representam as saídas. Quando esses valores forem comparados, vão fornecer o fluxo de caixa do período.

Não atualizar seu fluxo de caixa

Esquecer de atualizar o fluxo de caixa da sua clínica também pode comprometer suas finanças. Isso acontece porque, ao deixar de inserir os lançamentos de forma diária no seu controle, você pode ter uma noção distorcida de quanto realmente possui.

Para evitar esse problema, conte com o uso de uma planilha eletrônica ou de um software de gestão e conscientize sua equipe de colaboradores sobre a importância de atualizar diariamente os valores do seu fluxo de caixa.

Contar com valores ainda não recebidos

Os cheques pré-datados e os recebimentos feitos com cartão de crédito podem confundir a elaboração do seu fluxo de caixa. Para evitar esse problema, somente podem ser registrados os cheques quando eles forem compensados e quando o valor estiver disponível na sua conta corrente.

Já os recebimentos feitos via cartão de crédito deverão ser considerados somente no momento em que a instituição financeira creditar os valores na sua conta corrente. Para evitar descontrole desses valores, você poderá utilizar uma planilha auxiliar.

Não ser detalhista

Esquecer de detalhar as suas entradas e saídas pode ser péssimo para sua organização, e no caso de dúvida em relação a algum lançamento, poderá prejudicar sua rotina, uma vez que será necessário que um funcionário verifique o que aconteceu.

Esse erro é facilmente evitado com a inserção de um histórico detalhado, seja da entrada ou da saída, constando o nome do fornecedor, do cliente ou do lançamento que ocorreu, bem como a data e outros detalhes que podem ajudar na compreensão do que aconteceu e facilitar o trabalho na identificação de um lançamento.

Não criar categorias

Não criar categorias, seja de despesas ou de receitas, pode comprometer o uso gerencial do seu fluxo de caixa e não permitir que sejam aproveitadas todas as suas vantagens. Na sua clínica, poderão ser conhecidos como estão os gastos, onde está indo o seu dinheiro e como tudo está evoluindo. O mesmo pode ser feito com as entradas, o que permite que você planeje melhor o futuro da sua clínica.

Esse detalhamento é essencial para que você possa cortar gastos ou ainda substituí-los. Além disso, com base no histórico detalhado no fluxo de caixa da sua clínica, você poderá entender as épocas de maior e menor entrada de recursos — o que permitirá criar um fundo de reserva para enfrentar possíveis dificuldades.

Neste post, você compreendeu os erros cruciais no fluxo de caixa de sua clínica, que vão desde não compreender essa ferramenta até não atualizá-la da forma devida. Contar com valores que ainda não foram recebidos ou esquecer de ser detalhista pode prejudicar suas finanças — assim como a não criação de categorias, que atrapalha o uso do fluxo de caixa para a tomada de importantes decisões na sua clínica.

Gostou deste artigo? Então confira 4 dicas imperdíveis para controlar os gastos do seu consultório!

Baixe nosso E-Book Guia de Gestão para Clínicas de Fisioterapia

Share on Facebook18Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn2

Miotec - Tecnologia para a vida!

A Miotec tem a missão de entender as necessidades dos pacientes e de desenvolver soluções para dar suporte aos profissionais da área da saúde, para que eles tenham mecanismos mais eficientes a favor dos tratamentos feitos.

Tendo como objetivo a melhoria das capacidades físicas e motoras daqueles que precisam de tratamentos fisioterapêuticos, a Miotec desenvolve diversos produtos para contribuir com a qualidade de vida dos pacientes.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"