4 tendências no mercado de fisioterapia para ficar de olho

A Fisioterapia é o estudo que visa oferecer uma maior qualidade de vida aos pacientes por meio de diversos recursos de tratamento, como o movimento corporal, irradiações, correntes eletromagnéticas, ultrassom, entre outras possibilidades. Assim, por meio delas, é possível ajudar o paciente a manter o bem-estar físico e mental no trabalho e em outros âmbitos da sua vida.

Por isso, conhecer quais são as tendências no mercado de fisioterapia é essencial para desenvolver um bom trabalho. E para ajudá-lo nessa tarefa, selecionamos as 4 principais tendências para que você escolha o melhor tratamento de acordo com a necessidade dos seus pacientes! Confira!

 

1. Gameterapia

A Gameterapia é a mais recente tendência na Fisioterapia. Nesse sentido, os videogames sensoriais, com movimentos, têm sido cada vez mais usados para reabilitação de pacientes com problemas neurológicos e ósseos. Criada no Canadá, essa prática inovadora é atualmente difundida em todo o mundo, inclusive no Brasil.

Ela consiste em transportar o paciente para outra realidade, incentivando a atividade cerebral e a recuperação dos movimentos. Por esse motivo, a cura pelos games tornou-se um dos métodos mais recomendados para a reabilitação do paciente.

Indicado para qualquer faixa etária, esse tipo de terapia virtual pode ser encontrado nas clínicas mais modernas. Porém, é importante ressaltar que não substitui a terapia convencional. E se você ainda está com dúvidas sobre esse assunto, conheça agora algumas vantagens obtidas por meio da Gameterapia:

 

Incentiva a atividade cerebral

Útil principalmente para crianças e idosos, a interação com jogos é importante para os pacientes conhecerem seus próprios desafios cerebrais e superá-los, ainda que seja em frente a uma tela de videogame.

 

Facilita o tratamento para crianças

Apesar da necessidade, é comum que as crianças não gostem de ir à fisioterapia. Por outro lado, ao oferecer a Gameterapia será mais fácil estimular o interesse delas, promovendo assim um melhor desenvolvimento do tratamento.

 

Promove a redução de custos

Com as sessões, o paciente tem a chance de se recuperar mais rapidamente e, assim, não permanecer ou depender por muito tempo dos serviços hospitalares.

 

Torna o tratamento mais dinâmico

A Gameterapia é um tratamento que pode ser aplicado em sessões intercaladas, o que torna todo o processo e acompanhamento médico menos árduo e monótono. Visto como um método de incentivo, esse recurso pode ser bastante interessante ao ser aplicado em qualquer clínica.

 

2. Eletroterapia

A Eletroterapia, por sua vez, é o tipo de terapia ativa em que é usada a eletricidade. Pode ser realizada em conjunto com outras modalidades de tratamento, como massagens, exercícios, uso de bolsas térmicas e compressas de gelo. É um método bastante eficaz, sendo uma parte vital na Fisioterapia.

Veja quais são os tipos de Eletroterapia mais utilizados, assim como os seus efeitos colaterais:

 

Neuroestimulação elétrica transcutânea (TENS)

Por meio desse tratamento, o paciente terá suas dores crônicas amenizadas com a ajuda de um dispositivo móvel. Seu objetivo é estimular a produção de analgésicos cerebrais e endorfinas. Por isso, podem ser colocados diretamente sob as áreas mais doloridas do corpo.

 

Estimulação galvânica (GS)

Para combater atrofias e espasmos musculares é necessário indicar aos pacientes o tratamento de Estimulação Galvânica. Responsável por restaurar a massa muscular após ferimentos e lesões, esse método é aplicado com alta voltagem, sendo próprio para amenizar a dor, reduzindo os espasmos e edemas do tecido.

 

Corrente interferencial (IFC)

Com frequências maiores, chegando a alcançar até 4000 Hz, as ondas desse tratamento conseguem penetrar com mais profundidade na pele, o que repele a dor causada junto aos nervos. Além disso, a Corrente Interferencial também estimula a produção de endorfina, aliviando dores lombares crônicas.

 

Ultrassom

Para aliviar as dores nas articulações e também tecidos musculares, indica-se o tratamento de Ultrassom. Com ele, o paciente será exposto a calor intenso a fim de alongar o tecido e aumentar sua mobilidade.

 

Efeitos colaterais e cuidados ao utilizar

Na Eletroterapia, existem alguns efeitos colaterais, mas são muito raros, e incluem dor transitória após o uso e leve irritação cutânea, por meio do uso das pás adesivas. Ainda assim, são necessários alguns cuidados, principalmente com as pás dos eletrodos, que nunca devem ser colocadas na região do coração, nem em quem usa marca-passo, pois podem causar arritmia cardíaca.

Também é importante evitar a aplicação das pás na região da garganta, pois podem provocar queda de pressão. Da mesma forma, o uso desse tratamento também deve ser evitado por mulheres grávidas, pois pode prejudicar o feto.

 

3. Fisioterapia laboral

É o tipo de Fisioterapia que visa manter a qualidade no ambiente laboral, fazendo com que os trabalhadores tenham mais saúde para o trabalho diário. São incluídas as atividades de biomecânica, ergonomia, a atividade física laboral e a recuperação de problemas físicos causados pela prática diária das atividades do ambiente de trabalho.

O Fisioterapeuta tem por função detectar os movimentos do trabalhador durante as suas atividades, bem como as suas dificuldades, e orientá-lo sobre a melhor forma de executar seus movimentos na sua rotina, promovendo assim a sua saúde. Dessa forma, é possível reduzir o aparecimento de problemas como LER/DORT.

 

Atribuições do Fisioterapeuta Laboral

Para as empresas, a Fisioterapia Laboral é uma das tendências mais conhecidas no mercado de fisioterapia, apesar de nem todas disponibilizarem ou terem a intenção de oferecer o tratamento aos seus funcionários.

Mesmo assim, as técnicas aplicadas são bastante valorizadas por trabalhadores, que declaram os benefícios obtidos depois de serem submetidos à ginástica ou Fisioterapia Laboral. Afinal, ela atua para:

  • prevenir de desconforto músculo esquelético durante atividades laborais;

  • promover palestras para conscientizar, capacitar, treinar e prevenir as doenças ocupacionais;

  • avaliar a postura e a biomecânica das atividades nos locais de trabalho, incentivando a postura adequada para um melhor desempenho;

  • criar programas de ginástica laboral;

  • realizar tratamentos das patologias causadas por atividades de trabalho;

  • desenvolver programação coletiva que possa contribuir para diminuir os riscos de acidentes de trabalho.

 

4. Fisioterapia estética

Esse é um segmento que atua na prevenção de aparecimento de marcas e cicatrizes hipertróficas no pós-operatório de cirurgias plásticas. Ainda pode atuar para diminuir celulites, flacidez muscular, estrias, envelhecimento, queimaduras e acne. Para queimados, por exemplo, o recurso mais usado em conjunto com a Fisioterapia estética é a cinesiologia, que tem como finalidade recuperar os movimentos do paciente que sofreu queimaduras.

Também chamada de Fisioterapia Dermatofuncional, esse tratamento consiste em oferecer diversos benefícios além da restauração da aparência física, devolvendo ao paciente sua autoestima. No entanto, ele não atua sozinho, uma vez que existem outros tratamentos que fazem parte desse conjunto, como:

  • carboxiterapia: melhora a oxigenação e circulação do tecido;

  • hidronutrição: hidrata a pele com dermocosméticos específicos;

  • isometria fácil: enriquece a musculatura por meio de estímulos elétricos;

  • endermoterapia: elimina toxinas e reduz a retenção de líquidos.

Por fim, existem muitas outras tendências no mercado de fisioterapia que têm trazido excelentes resultados tanto para a parte de negócios quanto para a saúde e qualidade de vida dos pacientes.

Você já conhecia essas tendências no mercado de fisioterapia? Restou alguma dúvida sobre o assunto? Deixe um comentário!

 

Quer ter um conhecimento mais aprofundado em gameterapia?
Baixe gratuitamente nosso e-book clicando no banner abaixo!
banner_de_ebooks-03

Share on Facebook1.2kShare on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn11

Miotec - Tecnologia para a vida!

A Miotec tem a missão de entender as necessidades dos pacientes e de desenvolver soluções para dar suporte aos profissionais da área da saúde, para que eles tenham mecanismos mais eficientes a favor dos tratamentos feitos.

Tendo como objetivo a melhoria das capacidades físicas e motoras daqueles que precisam de tratamentos fisioterapêuticos, a Miotec desenvolve diversos produtos para contribuir com a qualidade de vida dos pacientes.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"