Tratamentos aplicados na musculatura orofacial: saiba como funciona

A musculatura orofacial é fundamental para a execução de diversas atividades cotidianas. Além de estar ligada à comunicação, ela também é decisiva para funções como mastigação, deglutição e respiração. Quando algo não ocorre como deveria, é essencial recorrer aos tratamentos aplicados na musculatura orofacial.

Com características específicas, esses tratamentos favorecem a conquista de resultados e a reabilitação dos pacientes em diferentes situações. Conhecê-los é imprescindível para ter uma atuação otimizada em relação à fonoaudiologia.

Portanto, veja o que são os tratamentos aplicados na musculatura e descubra como eles funcionam.

O que são os tratamentos aplicados na musculatura orofacial?

Há diversas patologias que podem afetar a musculatura orofacial. Para pacientes que sofrem com problemas de respiração, por exemplo, pode ser necessário que se submetam a uma cirurgia otorrinolaringológica. Após o procedimento, o paciente requer acompanhamento fonoaudiólogo para reabilitar a função respiratória e aprender a respirar melhor. O mesmo vale, inclusive, para quem não passou por uma operação, mas precisa de reabilitação, pois seus músculos orofaciais estão hipofuncionantes.

Outros casos incluem pessoas que sofrem com algum tipo de paralisia facial periférica,  alterações na articulação temporomandibular, acarretando problemas para mastigar e disfagia, ou seja, dificuldades para deglutir.

Então, os tratamentos aplicados à musculatura orofacial têm como objetivo readequar as funções orofaciais, assim como otimizar as contrações de suas estruturas musculares. Por meio do estímulo da contração adequada e da aprendizagem sobre os movimentos corretos, por exemplo, é possível retomar a funcionalidade dessa área, reabilitando as funções alteradas.

Esses procedimentos devem ser conduzidos por fonoaudiólogos especialistas na área, que atualmente dispõem das ferramentas inovadoras e adequadas para conseguir o melhor resultado no tratamento.  Desta forma, o indivíduo em tratamento pode recuperar seu bem-estar e a qualidade de vida.

Como funciona o tratamento?

Assim como acontece em qualquer caso, não existe uma receita pronta para os tratamentos aplicados na musculatura orofacial. Cada um serve a um propósito, e é preciso considerar aspectos individualizados para prosseguir com a maneira ideal de agir. Para entender melhor, veja como funciona essa etapa e quais são os seus pontos principais.

Investigação e diagnóstico

Tudo começa com uma avaliação para identificar quais são as necessidades específicas de cada paciente. A avaliação miofuncional clínica é feita com protocolos já validados na área fonoaudiológica  — que trazem segurança para os resultados sobre as funções e motricidade da região orofacial.

Em seguida, é realizada uma avaliação eletromiográfica da superfície. O principal objetivo é conhecer quais são as principais alterações da musculatura e de suas funções. O resultado da eletromiografia de superfície se dá em valores numéricos, os quais facilitam na comparação posterior de cada caso.

Atuação corretiva

Após a identificação de quais são as áreas e as funções que estão comprometidas, é realizado o planejamento de um tratamento específico. De forma tradicional são conhecidos os exercícios musculares apropriados para cada alteração: isométricos; isotônicos e/ou isocinéticos, sempre conduzidos pela fonoaudióloga.

Outra possibilidade — e a mais inovadora — consiste em utilizar o biofeedback. A partir do posicionamento de eletrodos de superfície inseridos na pele e do uso de um equipamento especial, o paciente consegue identificar, em tempo real, o momento de sua contração muscular. Compreendendo, assim, qual a contração desejada e qual é o movimento adequado que alcança essa contração.

Acompanhamento e reavaliação

Como os tratamentos aplicados na musculatura orofacial não são iguais para todos, cada pessoa tem uma resposta diferente. Então, cabe ao profissional de saúde ser capaz de identificar quais são os resultados e o que precisa ser alterado.

As reavaliações servem exatamente para isso. O comum é esperar entre 2 a 4 meses, dependendo da condição, para avaliar os novos resultados. A partir de uma nova eletromiografia, comparando assim com a avaliação inicial do tratamento.

Em comparação aos valores iniciais, identifica-se se houve melhora ou se o quadro permanece estagnado. A partir dessas reavaliações pode-se alterar o protocolo de tratamento.

Quais são os benefícios desse tipo de tratamento?

A consolidação dos impactos nos tratamentos aplicados na musculatura orofacial ainda é escassa na literatura. Faltam estudos abrangentes quanto ao tema — o que leva à carência de conclusões definitivas sobre como eles atuam.

No entanto, o conhecimento empírico obtido pela experiência clínica demonstra que eles são muito eficazes e garantem bons resultados. Na sequência, descubra quais são os principais pontos positivos dessas realizações.

Retomada das funções motoras

As dificuldades de contração na musculatura orofacial, bem como a execução de movimentos incorretos, causam impactos muito negativos na vida do paciente. O desafio com a respiração atrapalha o sono, por exemplo.

Já a paralisia facial compromete a atividade de mastigar, de deglutir ou de comunicar. A retomada das funções, por outro lado, permite resolver todos esses problemas. Há maior qualidade de vida, bem-estar e bons impactos no dia a dia, de forma geral. Para muitos pacientes, essa é a chance de levar uma rotina perfeitamente normal, com uso completo das principais funções e atendimento a necessidades variadas.

Aumento da motivação

Outro grande benefício dos tratamentos aplicados na musculatura orofacial é a motivação gerada pelo acompanhamento de resultados. Por meio da eletromiografia, por exemplo, é possível conhecer a contração muscular em números. Em uma reavaliação, o paciente notará que tem tido bons impactos ao observar um aumento no desempenho.

O uso de mecanismos de biofeedback também permite que os pacientes vejam, na hora, os resultados da contratura muscular . Assim, entendem como podem realizar a movimentação adequada e  aprendem a relaxar esta contratura presente.

Garantia de eficiência

A adoção de recursos de tecnologia nos tratamentos aplicados na musculatura orofacial também faz com que eles sejam muito mais diretos ao ponto. Com o reconhecimento dos padrões, o uso do biofeedback e as abordagens de otimização, os resultados são conquistados em menos tempo.

Com maior eficiência, dá para garantir uma recuperação que não apenas é acelerada, mas, também, consistente. O aprendizado definitivo sobre como usar os músculos da região evita outros quadros no futuro, de modo a gerar a máxima satisfação por parte de quem se submete ao tratamento.

Melhor posicionamento profissional

Há vantagens, inclusive, para o profissional que recorre a essas tecnologias. Graças aos resultados obtidos, é possível se consolidar no mercado, atrair mais pacientes e conseguir um melhor desempenho na carreira.

A busca por atualização (como por meio de participações em eventos e procura por equipamentos e técnicas), ainda reflete positivamente. Ao final, é possível obter sucesso na clínica.

Os tratamentos aplicados na musculatura orofacial são fundamentais para a retomada de muitas funções. Realizados com a ajuda de tecnologia, geram grandes benefícios tanto para os pacientes quanto para os profissionais.

Já que usar os equipamentos corretos é imprescindível nesses processos, entre em contato com a Miotec e veja como podemos ajudar a ter os melhores do mercado!

Este conteúdo foi produzido a partir da entrevista com a fonoaudióloga Daniele Fontes, mestre pela Faculdade de Medicina de São Paulo e especialista em motricidade orofacial.

Miotec - Tecnologia para a vida!

A Miotec tem a missão de entender as necessidades dos pacientes e de desenvolver soluções para dar suporte aos profissionais da área da saúde, para que eles tenham mecanismos mais eficientes a favor dos tratamentos feitos. Tendo como objetivo a melhoria das capacidades físicas e motoras daqueles que precisam de tratamentos fisioterapêuticos, a Miotec desenvolve diversos produtos para contribuir com a qualidade de vida dos pacientes.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"