Fisioterapia preventiva: você sabe qual a importância?

Fisioterapia preventiva: você sabe qual a importância?

  • 14 de dezembro de 2018
  • por

Muitas pessoas ainda acham que fisioterapia é só para quem tem problemas motores. Essa concepção é comum, já que a maioria das pessoas que procuram as clínicas sofreram algum tipo de lesão ou têm alguma doença crônica.

Entretanto, os exercícios fisioterapêuticos também são úteis não apenas como tratamento, mas também como medida profilática, que garante mais condicionamento físico e qualidade de vida. Portanto, se você quer conhecer essa nova tendência e se preparar para atender esse tipo de demanda, continue a leitura e saiba o que é fisioterapia preventiva.

O que é fisioterapia preventiva?

Os exercícios fisioterapêuticos são, normalmente, direcionados à reabilitação de pacientes com limitações motoras decorridas de lesões ou de doenças crônicas. Por sua vez, o princípio da fisioterapia preventiva é adaptar os exercícios de forma a evitar que os problemas ocorram, sobretudo na população de risco, como idosos e esportistas.

O conceito de fisioterapia preventiva está muito ligado à ideia de saúde mais global e multidisciplinar. Por isso, ela é composta por exercícios de alongamento, aliados aos de relaxamento e de respiração.

Quais os benefícios da fisioterapia preventiva para o paciente?

Por meio da prevenção, o fisioterapeuta proporciona mais qualidade de vida e disposição para seus pacientes, tudo isso sem sofrimento e com o mínimo de impactos negativos para a saúde. Entre as principais vantagens estão:

  • evitar problemas relacionados ao excesso de peso, como distensão muscular;
  • prevenir doenças causadas por movimentos repetitivos, como a LER;
  • fortalecer a musculatura de algumas regiões do corpo com exercícios localizados;
  • melhorar a motivação e reduzir dores causadas pelo trabalho;
  • aumentar as taxas de endorfina e dopamina, hormônios responsáveis pela sensação de bem estar;
  • prevenir doenças cardíacas, sobretudo em pessoas da terceira idade;
  • acelerar o metabolismo e contribuir para o emagrecimento;
  • proporcionar mais qualidade de vida, tornando possível o desempenho de atividades que antes não podiam ser realizadas.

Por trazer tantos benefícios para os pacientes e ainda ser um diferencial estratégico no mercado, considere investir hoje mesmo na terapia preventiva.

Quem pode fazer fisioterapia preventiva?

Não existem contraindicações para se submeter a esse novo método; todos podem fazer! Entretanto, existem algumas parcelas da população que têm mais especificidades e, consequentemente, se beneficiam mais dessa abordagem. Confira quais são e se prepare para atender esses pacientes na sua clínica.

Praticantes de esporte

Por se submeterem ao esforço físico por muito tempo e com muita intensidade, os esportistas devem passar por um rigoroso programa de prevenção às lesões musculares. Nesse ponto, a fisioterapia preventiva ajuda a fortalecer os músculos do abdômen, da coluna lombar e do assoalho pélvico, por meio de exercícios que aumentam a resistência e a regeneração muscular. Com isso, fica mais fácil manter o ritmo nos treinamentos.

Trabalhadores de escritórios

Quem trabalha sentado por longos períodos de tempo se beneficia muito da perspectiva profilática na fisioterapia. As empresas estão se conscientizando cada vez mais sobre a importância de incluir o alongamento e técnicas para manter a postura correta ao longo do dia de trabalho. Essa, inclusive, é uma ótima oportunidade de negócio para profissionais que se interessam por oferecer workshops e palestras institucionais.

Idosos

Para as pessoas mais velhas, a fisioterapia preventiva é primordial. Por meio dela, os idosos conseguem condicionar o corpo para desempenhar atividades que, de outra forma, seriam impossíveis de fazer, como uma caminhada mais longa ou um passeio durante o dia. Além de oferecer mais qualidade de vida, o exercício fisioterapêutico também ajuda a prevenir doenças e a manter a saúde mental.

Fazer fisioterapia como forma de prevenção é uma quebra de paradigma, já que o mais comum é que as pessoas façam somente tratamentos corretivos. Por isso, é papel do profissional divulgar os benefícios da fisioterapia preventiva para toda a população, o que ajuda a diversificar sua área de atuação, a fortalecer a categoria dos fisioterapeutas e, sobretudo, a melhorar a qualidade de vida das pessoas!

Agora que você está familiarizado com a fisioterapia preventiva, está na hora de levar essa prática para o seu consultório. Para começar, leia nosso post e veja como os equipamentos tecnológicos contribuem para um atendimento de qualidade. 

A Miotec tem a missão de entender as necessidades dos pacientes e de desenvolver soluções para dar suporte aos profissionais da área da saúde, para que eles tenham mecanismos mais eficientes a favor dos tratamentos feitos. Tendo como objetivo a melhoria das capacidades físicas e motoras daqueles que precisam de tratamentos fisioterapêuticos, a Miotec desenvolve diversos produtos para contribuir com a qualidade de vida dos pacientes.

Ad
Ad
Ad
Ad

A Miotec

Fundada em 2002, a MIOTEC atua na área da saúde, desenvolvendo, produzindo e comercializando ferramentas tecnológicas direcionadas à pesquisas e terapias de prevenção, reabilitação e monitoramento, objetivando melhoria do bem-estar e do desempenho físico humano.

Conecte-se

Instagram