Você sabe como categorizar uma produção científica?

Saber como categorizar uma produção científica é essencial para entender como funcionam os métodos e as aplicações dos estudos feitos na área do conhecimento. Toda a medicina é fundamentada em evidências, por isso, a pesquisa científica garante a continuidade no desenvolvimento de métodos clínicos curativos.

As escalas de evidência têm como finalidade determinar o tipo de estudo mais adequado para o procedimento clínico, como forma de efetivar melhor os procedimentos na conduta médica. Entenda neste texto os tipos de estudo na área da saúde, compreendendo suas finalidades e aplicação na prática.

Estudos observacionais: método por associação

Os estudos observacionais são realizados principalmente com técnicas de pesquisa baseadas na observação. A análise é feita a partir de correlações ou de associações que são efetuadas em cima de dois ou mais elementos.

Estudos de observação são desenvolvidos no intuito de conectar elementos ligados ao tema como fatores de variação e influência. Os estudos observacionais podem ser ainda:

  • Transversais: análises que levam em conta um recorte de tempo e/ou espaço de determinada categoria a ser estudada;
  • Caso-controle: análises que tratam de estudar casos que já aconteceram e buscam ser compreendidos posteriormente;
  • Coorte: análises prospectivas, ou aquelas que utilizam um grupo específico de pessoas por um tempo determinado.

Estudos de intervenção: causa e efeito

O tipo mais utilizado para diagnosticar dados de causa e efeito, os estudos de intervenção são realizados clinicamente, por meios controlados. Eles são feitos com grupos de pessoas que não possuem nenhuma característica específica, ou seja, são aleatórias.

Nos estudos de intervenção, são acompanhados, no mínimo, dois grupos, em que serão examinados os efeitos de drogas, procedimentos e operações nutricionais.

Revisões sistemáticas: projeção na pesquisa

Para as pesquisas que exigem um quadro clínico mais demarcado, as revisões sistemáticas são as mais adequadas. Os critérios utilizados para essa categoria de pesquisa são bem projetados e estipulados com antecedência.

É bastante comum que as revisões sistemáticas tenham uma base sólida na literatura científica publicada sobre o tema em questão. Os critérios utilizados nas revisões sistemáticas são importantes para a seleção dos artigos e dos parâmetros de comparação, inibindo a influência de linhas oblíquas de estudo.

Meta-análise: precisão e verificação de erros

Em comparação com os outros tipos de estudo, a meta-análise possui grande efetividade para elaborar dados de evidência. Sua configuração permite que os níveis de informação sejam mais precisos, uma vez que são feitos em cima de estudos e métodos realizados anteriormente.

O seu modo de realização combina dados de estudos variados sobre um mesmo tema, a fim de associar e comparar os resultados de cada um. A meta-análise evita que os casos sejam tratados isoladamente, identificando fatores vulneráveis na coleta e no desenvolvimento dos métodos utilizados para a pesquisa científica.

Agora que você compreende como categorizar uma produção científica, ficará mais fácil a leitura dos dados ou mesmo a elucidação dos métodos utilizados para os estudos. Entendendo como funciona a hierarquia das evidências, melhores e mais efetivos são os meios para melhorar a atuação clínica. Não perca mais nenhuma novidade seguindo as nossas páginas no Facebook, Twitter e Instagram!

Miotec - Tecnologia para a vida!

A Miotec tem a missão de entender as necessidades dos pacientes e de desenvolver soluções para dar suporte aos profissionais da área da saúde, para que eles tenham mecanismos mais eficientes a favor dos tratamentos feitos. Tendo como objetivo a melhoria das capacidades físicas e motoras daqueles que precisam de tratamentos fisioterapêuticos, a Miotec desenvolve diversos produtos para contribuir com a qualidade de vida dos pacientes.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"