Conecte-se

    [/vt_socials]
    O que você precisa saber sobre bandagem elástica adesiva

    O que você precisa saber sobre bandagem elástica adesiva

    Se você acompanha esportes com frequência, com certeza já viu uma fita colorida colada em alguma parte do corpo de um atleta. A bandagem elástica adesiva é utilizada por fisioterapeutas para auxiliar no tratamento de dores e lesões.

    Os itens vêm com a promessa de aliviar dores, trazer relaxamento e bem-estar aos pacientes. Há ainda no pacote, o efeito preventivo em seu uso.

    Tempos atrás, escrevemos um artigo falando sobre os itens na fisioterapia. A íntegra, você pode conferir aqui. Além das diferenciações, tratamos sobre benefícios, demos algumas dicas de aplicação e muito mais.

    Mas este item tão popular no mundo esportivo e na fisioterapia realmente funciona? Você que usa, quer receber algumas sugestões a mais para otimização dos resultados? Então, leia o texto até o final. 

    Como aplicar a bandagem elástica adesiva?

    Toda novidade de tratamento vem com uma dúvida chave: “como fazer?”. Por isso, separamos algumas orientações de aplicação da bandagem elástica adesiva. É de comum acordo entre os adeptos que o item não deve ser usado isoladamente, mas sim, em conjunto com outras abordagens.  

    • Faça uma análise inicial do paciente. A observação serve para verificar o tensionamento e onde o produto será aplicado. Além disso, verifica-se no processo, o tamanho da fita a ser dispensada.
    • Higienize o local em que será empregada (de preferência com álcool) — para otimização da fixação. 
    • Tendo definido o tamanho da bandagem e analisado o problema do paciente, antes da aplicação, deve-se fazer uma separação, por meio de um corte no centro, em cada uma das pontas.
    • Após colocá-la, esfregar o objeto para melhor fixação da cola e verificar como está o movimento do paciente.   

    A bandagem elástica adesiva realmente funciona?

    Uma das tendências para 2023 é um protagonismo ainda maior da ciência nas discussões no campo da saúde. Diante disso, é inevitável não perguntar: a bandagem elástica adesiva realmente funciona?

    É bastante complicado uma afirmativa nessa altura do campeonato. Em 2017, a Universidade de Campinas (Unicamp), uma das melhores do mundo, publicou em seu site institucional um texto afirmando que o material auxilia no combate à dor e possui resultados bastante promissores.

    O material diz que, para que isso aconteça, emprega-se uma técnica chamada Therapy Taping, internacionalmente conhecida. Ela é, na maior parte das vezes, indicada para atletas no tratamento de lesões e também serve para correção postural. É preciso que a aplicação seja feita por profissionais gabaritados, alerta.

    Em contraponto a isso, o portal Viva Bem do UOL publicou uma matéria em que especialistas afirmam não haver evidências científicas sobre o funcionamento das fitas. Para sustentar o posicionamento, usam como exemplo um estudo brasileiro de 2014 que diz não haver diferenças entre o grupo testado e o placebo.

    A análise foi uma revisão sistemática, feita com 495 pessoas, em que havia uma turma de teste e placebo. A qualidade da metodologia foi considerada moderada.  

    Conclusão: Vale a pena ou não comprar?

    Antes de tomarmos qualquer decisão, é necessário sentar à mesa e medir os prós e contras para evitar futuros arrependimentos. Um dos aspectos a ser observado é o financeiro, por exemplo. 

    É uma decisão subjetiva investir no uso da bandagem elástica adesiva. Isso porque, até a própria comunidade acadêmica ainda analisa os casos. Caso ache válido, e queira dar uma motivação psicológica aos pacientes, vá em frente. 

    Quer saber onde encontrar esse item? Vamos deixar 3 links para facilitar a sua busca

    Contudo, se procurar uma opção realmente científica, é possível pensar em equipamentos que podem auxiliar o entendimento profundo da estrutura muscular do paciente, como o New Miotool, eletromiógrafo de última geração, que permite ao fisioterapeuta e ao ortopedista realizarem diagnósticos precisos sobre a resposta muscular do atleta.

    Os atletas foram os personagens que abriram o nosso texto, correto? Então, vamos deixar mais um conteúdo para você que trabalha no ramo dos esportes para otimizar os seus atendimentos.

    Conheça as 4 tecnologias que auxiliam na prática esportiva

    Ah, não se esqueça de nos acompanhar nas redes sociais, sempre tem novidades por lá.





      A Miotec tem a missão de entender as necessidades dos pacientes e de desenvolver soluções para dar suporte aos profissionais da área da saúde, para que eles tenham mecanismos mais eficientes a favor dos tratamentos feitos. Tendo como objetivo a melhoria das capacidades físicas e motoras daqueles que precisam de tratamentos fisioterapêuticos, a Miotec desenvolve diversos produtos para contribuir com a qualidade de vida dos pacientes.





        Ad
        Ad
        Ad
        Ad

        A Miotec

        Fundada em 2002, a MIOTEC atua na área da saúde, desenvolvendo, produzindo e comercializando ferramentas tecnológicas direcionadas à pesquisas e terapias de prevenção, reabilitação e monitoramento, objetivando melhoria do bem-estar e do desempenho físico humano.

        Conecte-se

        ×
        Fechar