Conecte-se

    [/vt_socials]
    Tudo que você precisa saber sobre fisioterapia integrativa

    Tudo que você precisa saber sobre fisioterapia integrativa

    Já aconteceu com você ou conviveu com alguém que, ao descobrir um problema de saúde, passou a ter níveis de estresse mais elevados mesmo durante os tratamentos? Sabia que há uma abordagem profissional na fisioterapia que busca reabilitar os pacientes e, junto a isso, regular as emoções? É a fisioterapia integrativa, conhece?

    O modelo surgiu diante da perspectiva de trabalhar não somente a enfermidade, mas ter uma abordagem mais ampla sobre ela. As chamadas práticas integrativas vieram na tentativa de entregar técnicas que unissem o equilíbrio físico, cognitivo e ao ambiente que a pessoa está inserida.

    Elas estão presentes nos mais diversos campos da saúde, a medicina e a fisioterapia são exemplos disso. Uma observação importante: os tratamentos convencionais não são substituídos, mas sim complementados.

    Quer saber um pouco mais sobre a história desses cuidados? Leia o texto até o final.

    Fisioterapia integrativa: como surgiu?

    A fisioterapia integrativa é um desdobramento de uma iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), que criou um departamento destinado à medicina tradicional em 1972. Isso porque enxergaram efetividade nos resultados observados relativos ao uso de técnicas da própria Medicina Tradicional.

    A prática é descrita pela entidade como ”a soma de conhecimentos, capacidades e práticas baseadas em teorias, crenças e experiências de diferentes culturas, explicáveis pelos métodos científicos atuais ou não”.

    No Brasil, a filosofia chegou em 2006, com a criação da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) pelo Ministério da Saúde (MS). Ela foi instituída no SUS e, portanto, dava oportunidade de acesso a todos.

    As Práticas Integrativas e Complementares (PIC), de acordo com o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, fortalecem o vínculo entre terapeuta e paciente e o coloca quem está sendo atendido como protagonista do tratamento.“Elas não concorrem com os tratamentos convencionais, apenas complementam um olhar integrativo na saúde”, complementam. 

    As práticas foram regulamentadas na fisioterapia pela Resolução nº 380 da entidade, de 2010. 

    Aplicação das PIC na fisioterapia integrativa

    Em 2020, passamos por uma grave crise sanitária causada pelo vírus da Covid-19. Na época, o serviço de saúde se mobilizou para gerar alternativas acolhedoras e eficazes aos pacientes que chegavam com a doença. O Coffito não ficou de fora das discussões.

    Em meio a esse turbilhão de informações, a instituição divulgou, novamente, um pronunciamento ressaltando o apoio às PIC. O texto reforça que “a adoção ou implementação da modalidade visa acrescentar alternativas aos tratamentos em vigor”.

    Mas calma, se você está se perguntando quais práticas a fisioterapia integrativa pode adotar, nós vamos trazer uma lista. Lembrando que ela foi extraída da resolução de 2010 do Conselho Federal.

    • a) Fitoterapia;
    • b) Práticas Corporais, Manuais e Meditativas
    • c) Terapia Floral;
    • d) Magnetoterapia
    • e) Fisioterapia Antroposófica;
    • f) Termalismo/ Crenoterapia/Balneoterapia
    • g) Hipnose. 

    Já em 2017, as possibilidades se expandiram e o Ministério da Saúde incluiu em uma portaria a acupuntura, a quiropraxia e a meditação. A lista completa, você pode conferir aqui.

    Ah, mas preste atenção: para exercer qualquer uma das atividades listadas é necessário comprovar ao Conselho ser um profissional capacitado. Valem certificações emitidas por instituições de Ensino Superior ou reconhecidas pelo Ministério da Educação.

    Conclusão

    Se você nos acompanha aqui com frequência, já sabe que já falamos sobre o acolhimento em saúde. Nos últimos tempos, este passou a ser o norte da área e, cada vez mais, um imperativo categórico. A fisioterapia integrativa é nada mais do que um desdobramento disso.

    Quer ler um pouco mais sobre essa guinada? Temos o conteúdo ideal para você: Acolhimento em saúde: a precisão da tecnologia alinhada às necessidades humanas.





      A Miotec tem a missão de entender as necessidades dos pacientes e de desenvolver soluções para dar suporte aos profissionais da área da saúde, para que eles tenham mecanismos mais eficientes a favor dos tratamentos feitos. Tendo como objetivo a melhoria das capacidades físicas e motoras daqueles que precisam de tratamentos fisioterapêuticos, a Miotec desenvolve diversos produtos para contribuir com a qualidade de vida dos pacientes.





        Ad
        Ad
        Ad
        Ad

        A Miotec

        Fundada em 2002, a MIOTEC atua na área da saúde, desenvolvendo, produzindo e comercializando ferramentas tecnológicas direcionadas à pesquisas e terapias de prevenção, reabilitação e monitoramento, objetivando melhoria do bem-estar e do desempenho físico humano.

        Conecte-se

        ×
        Fechar